Notícias

Plano de recuperação judicial do Grupo Lavoura é homologado

Dívida concursal gira em torno de R$ 200 milhões.

O plano de recuperação judicial das empresas componentes do Grupo Lavoura foi homologado pelo juiz de Direito Maciéo Cataneo, da 1ª vara Cível de Pato Branco/PR, após aprovação da maioria de credores em assembleia. A dívida concursal gira em torno de R$ 200 milhões.

O plano prevê a criação de subclasses de credores, dando ênfase aos credores que possuem crédito com origem na entrega de produção agrícola ao grupo em crise, com a destinação de unidades produtivas isoladas para seu pagamento.

Ainda, com relação aos demais credores concursais, o plano agora homologado conta com diversas possibilidades de opção de recebimento de crédito, tais como:

  • Criação de UPIs – unidades produtivas isoladas, que poderão ser adquiridas por credores da classe II detentores de garantia real sobre imóvel, a partir do lançamento do crédito como parte do valor a ser pago e também mediante a realização de leilão;
  • Possibilidade de aceleração de recebimento de crédito concursal por meio de fornecimento de serviços às empresas integrantes do Grupo Lavoura;
  • Pagamento de credores trabalhistas dentro do prazo de um ano, sem aplicação de deságio.

As recuperandas ainda se comprometeram a regularizar e entregar 14 unidades produtivas isoladas à comunidade de credores, dentro do prazo de 18 meses da homologação do plano de pagamento.

A recuperação judicial do grupo foi conduzida pelo escritório A Santos Advogados Associados e Carlos Alberto dos Santos & Advogados Associados.

Processo: 0005156-45.2020.8.16.0131

Fonte: Migalhas

Posts Recentes

Conteúdo relacionado