AVAYA FECHA ACORDO COM CREDORES PARA SAIR DA RECUPERAÇÃO JUDICIAL

A Avaya se prepara para sair da recuperação judicial. A empresa firmou um acordo com credores e com a seguradora governamental de previdência, nesta segunda-feira, 07/08. De acordo com o informe da empresa, o acerto obteve apoio para reduzir mais de US$ 3 bilhões da dívida de US$ 6,3 bilhões que a Avaya tinha ao decretar a Recuperação Judicial, em janeiro deste ano.

A empresa enfrentou desafios ao tentar fazer a transição de um negócio centrado em hardware para software e serviços, e também ao não conseguir vender seu negócio de call center. A Avaya também teve dificuldades com as suas obrigações previdenciárias. O PBGC disse que o plano dos empregados que trabalham por hora estava subfinanciado em 660 milhões de dólares, enquanto o plano dos assalariados tem um rombo de 1,24 bilhão de dólares.

A empresa norte-americana pagará 300 milhões de dólares ao PBGC e lhe dará 7,5 por cento das ações da reorganizada Avaya em troca de transferir as obrigações com o plano dos empregados assalariados à seguradora, de acordo com documentos jurídicos. A companhia reorganizada manterá o fundo de pensão para os trabalhadores por hora.

De acordo com o plano, que tem que ser aprovado pelos credores e pelo juiz de falência Stuart Bernstein, os detentores da dívida serão reembolsados com uma combinação de dinheiro, nova dívida e ações da empresa reestruturada. A Avaya estimou em documentos judiciais o valor de empresa, incluindo dívida e capital próprio, em 5,721 bilhões de dólares. Decisão final sairá em assembleia marcada para o dia 23 de agosto. A Avaya do Brasil não entrou no processo de recuperação judicial.

Fonte: Convergência Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *