Por Valor

O juiz João de Oliveira Rodrigues Filho, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça de São Paulo, acatou ontem pedido de recuperação judicial da Linkx Comercializadora de Energia. Com a decisão, a empresa está protegida de qualquer execução judicial e terá um prazo de 60 dias para apresentar um plano de recuperação. “O juiz entendeu que o pedido atende a todos os requisitos necessários. Agora vamos intensificar um período de conversa com os credores”, afirmou Diogo Carneiro, sócio do escritório Bichara Advogados, que representa a comercializadora no processo. O juiz nomeou a Assertif Consultores Associados como o administrador judicial da recuperação da Linkx. Na última semana, a Linkx apresentou dívidas de R$ 140 milhões com 92 credores, a maioria outras comercializadoras. Do valor total, mais da metade, cerca de R$ 75 milhões, se refere a multas contratuais devidas aos credores.

Fonte: Valor Econômico